fbpx

Dicas e Os Cuidados que você deve tomar ao se aproximar de alguém que esta manipulando Formol

A proibição do Formol foi oficializada no ano de 2009, após intensas pesquisas e testes que comprovaram que mesmo sendo em concentração pequena, o formol prejudicava a saúde das mulheres

Curtir a pagina no facebook Profissaocabeleireiros
Curtir a pagina no facebook
Profissaocabeleireiros

💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞

Curso Para Instrutores Técnico de Cabeleireiros e Barbeiros Online

Aprenda dar Aulas, e Ainda Fatura uma Grana Fazendo o Que Você Mais Gosta.

Saiba mais https://profissaocabeleireiro.com/

Aguardo sua visita com uma Apostila de tratamentos no valor de R$ 60,00 inteiramente Grátis para você.

💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞

Como administrar meu Salão de Beleza esse é o x da questão.

Como funciona o processo de alisamento com formol?

Na verdade não é o formol que alisa os cabelos, e sim a temperatura da prancha.

Os fios tornam-se lisos quando atingem 180°c, ou seja, o formol por si só não é o que alisa o cabelo. Ele funciona como um solvente na fibra capilar, se solvendo às cutículas e formando uma espécie de filme, impermeabilizando o fio e impedindo que ele continue recebendo nutrientes.

Além disso o formol solubiliza óleos que são extremamente importantes para os fios de cabelo, dissolvendo o cimento intercelular e a membrana intercelular, que envolve a queratina – elemento que protege, lubrifica e ajuda a hidratar os cabelos é de extrema importância você veja aqui Repor queratina dos cabelos danificados por formol..

Tratamento de queratina indicado para cabelos fracos e estressados de todos os tipos. Reconstrói instantaneamente a integridade e flexibilidade dos cabelos estressados e enfraquecidos por processos químicos escova progressiva ou danos do ambiente. Modo de usar: após lavar os cabelos, aplique o tratamento no cabelo úmido. Deixe agir por 1 minuto. Enxague abundantemente.

O resultado disso vocês já sabem:

Água quente, mar, piscina, sol, chuva, prancha, químicas, etc. Tudo isso irá agredir além do “normal” o fio de cabelo que foi submetido ao formol e agora está exposto e sem proteção, ocasionando ressecamento e danos extremos à fibra capilar.

E, para piorar a situação, nosso sistema fisiológico consegue nutrir apenas a parte do fio mais próxima ao bulbo capilar, fazendo com que as pontas comecem a ficar ressecadas e, consequentemente, se partirão.

Comparando com o corpo humano, é como se estivéssemos sem pele e nossos músculos e órgãos ficassem expostos.

Já perceberam que pessoas que usam formol por algum tempo acabam ficando com os cabelos curtos?

“Mas, e o brilho?”

VOCÊ JÁ OUVIU FALAR NO PROJETO ESCOLA AQUI DO INSTITUTO UNI-HAIR (AQUI)

Pois é… esse brilho engana qualquer um. Na verdade, quando você aplica o formol sobre a fibra capilar, uma película vítria se forma e por baixo dela fica retida uma porcentagem de proteínas que nos dão a ilusão ótica de brilho, mas dentro de três ou quatro lavagens tudo vai, literalmente, por água a baixo. A proteína é eliminada da superfície do fio e começa todo aquele processo de quebra e ressecamento.

“Ah, mas e se for 0.02% de formol permitido pela ANVISA?”

0.02% funcionam apenas como conservante do produto, para manter o efeito liso, o produto precisa ter no mínimo 13% de formol, isso quer dizer que para cada litro de produto, no mínimo 130ml equivalem ao formol.

Para se precaver, questione o seguinte: se o produto possui 0,02% de formol e ele não é a substância que alisa o cabelo, informe-se sobre o restante da composição.

Sem mencionar que, infelizmente, ainda existem “profissionais” desinformados, que adicionam o formol e seus derivados aos produtos e omitem isso do cliente.

Por essas e outras costumo brincar dizendo que “nem tudo que os seus olhos não veem os cabelos não sentem”.

O Formol é uma substância química muito conhecida, principalmente pelas mulheres: o componente químico é o item principal nos processos de alisamento químico dos cabelos, bem como no fortalecimento de unhas. Porém, utilizar o formol no cabelo pode fazer muito mal à saúde. Não é à toa que já foi proibida -pela Anvisa – a utilização do formol nos tais processos químicos.

Vale salientar que a utilização do Formol não traz apenas riscos ao cliente: o profissional que aplicará o formol nos cabelos do cliente também sofre bastante, visto que aspira uma concentração muito grande da química.

A proibição do Formol foi oficializada no ano de 2009, após intensas pesquisas e testes que comprovaram que mesmo sendo em concentração pequena, o formol prejudicava a saúde das mulheres. O mais forte dos malefícios que o Formol pode causar irritação, queimadura , coceira, inchaço, descamação da pele, vermelhidão do couro cabeludo, alopecia (queda de cabelo), lacrimejamento, falta de ar, tosse, dor de cabeça, ardência no nariz, devido ao contato com o vapor ou contato direto com a pele e, de forma mais severa, doenças cardiorrespiratórias e cancerígenas, se você identificar seus cabelos em alguma situação descrita acima reponha a queratina imediatamente, Faça hidratação pelo menos uma vez por semana utilizando Mascara Reconstrutora capilar. use apenas produtos de qualidade e boa procedências ou procure um Dermatologista.

É extremamente importante que haja um processo de conscientização, paras que as pessoas parem de utilizar tratamentos de beleza à base de formol, já que mesmo com a proibição, eles continuam acontecendo. Sempre dê preferência aos tratamentos naturais, prioritariamente. Faça bem à sua saúde!

Cabeleireiros,formol,escova progressiva,iniciantes,como funciona o formol nos cabelos

como funciona o formol nos cabelos Formol como funciona nos cabelos Formol é proibido

Fique Atualizado Recebe nossas dicas cadastre no site.          siga este site….

Curso como Administrar meu Salão de Beleza.

Leia mais sobre: Salão de Cabeleireiro, quais foram as minhas principais dificuldades.

Trabalhe Conosco.

 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: