Reações Químicas.


Alisamentos e suas reações, que Deus esteja sempre no comandos para que isso nunca aconteça.Só isso não basta para evita danos ao seus cabelos não arrisque em hipótese nenhuma fazer uma química em casa procure sempre um profissional cabeleireiro pois o barato pode sair muito caro veja abaixo o que aconteceu com uma jovem em São Luis do Maranhão.

Curso Para Instrutores Técnico de Cabeleireiros e Barbeiros

Aprenda dar Aulas, e Ainda Fatura uma Grana Fazendo o Que Você Mais Gosta.

Saiba mais https://profissaocabeleireiro.com/

Aguardo sua visita com uma Apostila de tratamentos no valor de R$ 60,00 inteiramente Grátis para você.

💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞💞

Curso online como administrar o meu salão.

Reaçoes quimicas

a maioria da mulheres dependente de alisamento ou relaxamento geralmente não sabe e não são informadas do perigo que estão correndo a partir do momentos que decide que quer fazer este procedimento químico no cabelo. uma vez que vira vício  a longo prazo.

Nem de longe as empresas fabricantes deste produtos divulga em seus manuais as composições químicas pois com certeza fechariam suas portas e mudariam de ramo.

O Maior erro do cabeleireiro é deixar a Administração do Salão para último caso, é ai que mora o perigo, quem não tem conhecimentos minimo em administração tem 90% de Chance de fechar as portas em menos de 2 anos, os estudos comprovam.

ALISAMENTOS.

O processo de alisamento pode ocorrer mecanicamente através da pressão ou quimicamente através de relaxantes. O primeiro processo, geralmente, envolve metais com alta temperatura que modificam as ligações de hidrogênio mais fracas e o segundo processo é muito semelhante aos permanentes, mas ao invés de resultar em cabelos cacheados, resulta em cabelos lisos. Agentes redutores alcalinos são utilizados para a quebra das pontes de dissulfeto do córtex, o cabelo é mecanicamente alisado com o auxílio de pentes durante a utilização de soluções redutoras alcalinas, as pontes de dissulfeto são reestruturadas de acordo com a nova forma e consolidadas com o uso de agentes oxidantes.

Hidróxido de sódio e hidróxido de guanidina são os relaxantes mais efetivos. Da mesma maneira que os permanentes, o processo de alisamento pode provocar diversos danos à fibra capilar devido ao uso de agentes redutores e oxidantes.

DESCOLORAÇÕES

Descoloração é um processo que altera o conteúdo de melanina natural existente no córtex da fibra capilar. A exata bioquímica do processo ainda não é totalmente compreendida, utilizam-se soluções alcalinas de peróxido de hidrogênio com concentração superior a 12%. Inicialmente, o peróxido de hidrogênio é armazenado em soluções ácidas e adicionado às soluções alcalinas no momento do uso, amônia é a substância mais utilizada nas soluções alcalinas. O grau de descoloração ocorre de acordo com o tempo de contato, cabelos mais escuros exigem maior tempo. A descoloração envolve duas fases, na primeira ocorre dispersão e dissolução dos grânulos de melanina e na segunda ocorre uma lenta descoloração. Na fase de dispersão e dissolução ocorre a destruição de diferentes ligações que mantém a estrutura das partículas de pigmento, na fase da lenta descoloração, as estruturas poliméricas da melanina são quebradas. Diversos danos podem ser causados por este processo, a reação de oxidação não altera somente os grânulos de melanina, ela também destrói algumas pontes de dissulfeto dentro das queratinas provocando o enfraquecimento da estrutura da fibra.

TINTURAS

Existem três tipos principais de tinturas capilares, as permanentes, as semipermanentes e as temporárias. As tinturas temporárias são formadas por pigmentos de alta massa molecular solúveis em água, estas tinturas são removidas através de uma única lavagem. As tinturas semipermanentes penetram na cutícula e parcialmente no córtex do cabelo, como resultado, a coloração resultante pode resistir de 5 a 10 lavagens. As tinturas permanentes são classificadas em oxidativas e progressivas, as oxidativas consistem em componentes que são misturados, antes do uso, e que geram a tintura por reações químicas sobre e dentro da fibra capilar. As progressivas utilizam tinturas metálicas como sais de chumbo, bismuto ou prata. As partículas metálicas interagem com os resíduos de cisteína presentes na queratina e acumulam-se nos fios de cabelo, mudando gradualmente a cor. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ARALDI, J.; GUTERRES, S.S. Tinturas capilares: existe risco de câncer relacionado à utilização desses produtos?

Mulher perde o cabelo após passar por procedimento em salão do São Bernardo

Laudo médico constatou que o couro cabeludo de Sinara Santos Sá ficou muito ferido devido a queimaduras. A suspeita é que o cabeleireiro tenha usado um produto à base de formol

Uma jovem teve o cabelo danificado e corre o risco de ficar careca depois de utilizar um produto que prometia alisar os cabelos em poucos minutos. O caso ocorreu no último dia 19 em um salão de beleza localizado no bairro São Bernardo, em São Luís.

De acordo com Sinaria Santos Sá, ela frequentava o salão há quase dois anos, mas nunca havia feito o procedimento conhecido como selagem. Ao usar uma mistura feita pela dona do salão, supostamente à base de formol, sentiu fortes dores no couro cabeludo, mas já era tarde demais, pois já havia perdido grande parte do cabelo.

A cabeleireira, que também é proprietária do salão, costumava fazer a prova do toque para identificar a resistência do cabelo em relação ao produto. No entanto, segundo a vítima, no dia do incidente, a profissional apenas fez a mistura e aplicou no cabelo da cliente. Em instantes ela sentiu uma queimação e fortes dores na cabeça.

Sinaria relata que informou à cabeleireira sobre as dores e foi alertada de que era totalmente normal. Passados alguns instantes, com forte cheiro de queimado, a profissional pediu que a touca fosse tirada, mas já era tarde. A jovem já havia perdido parte do cabelo e estava com ferimentos nas partes onde o produto teve contato.

“Ela não realizou a prova do toque, apenas fez uma mistura de produtos e colocou no meu cabelo. Ela passou o produto e, cinco minutos depois, minha cabeça começou a doer muito. Fui lavar o cabelo e ele começou a cai inteiro”, conta Sinaria.

Depois a cabelereira chamou a cliente para o lavatório começou a passar um produto atrás do outro, e nada resolveu as dores.

Sinaria descreve que se desesperou, começou a chorar e a gritar por conta da situação. Para ela, a proprietária do salão não prestou a devida assistência, e ainda culpou a cliente pelo problema. Em seguida, a vítima entrou em contato com a irmã que se dirigiu ao estabelecimento, e percebendo seu estado abalado, também se descontrolou e jogou alguns produtos no chão.

O caso foi encaminhado no mesmo dia para o Plantão Central de Polícia Civil da Cidade Operária, onde o Boletim de Ocorrência foi registrado e as partes envolvidas foram ouvidas. O caso está sendo averiguado.

Em contato com o salão onde foi realizado o procedimento capilar, a proprietária se recusou a conceder entrevista. Entretanto, assegurou que não faz manipulação com formol em seu estabelecimento, e apenas utilizou produtos de relaxamento e hidratação. O salão é registrado há dois anos, mas já realiza serviços estéticos há sete anos. “Nunca houve um caso assim antes” apontou a dona. Ela também alegou que foi prejudicada porque a irmã de sua cliente lhe causou um prejuízo de R$ 2.700.

Já Sinaria, ainda abalada, disse que não consegue mais ter uma vida normal depois do episódio que danificou seu cabelo completamente.

Alerta

Todo profissional precisa sempre estar atento aos produtos químicos que vai usar em seus clientes. Muitas vezes, o cabelo já recebeu químicas anteriores e, por isso, saber se o cosmético usado anteriormente é compatível com o atual é fundamental.

Os profissionais alertam que procedimentos à base de química precisam ser sempre os mesmos para que não haja danos ao cabelo do cliente.

Os cabelos sem coloração ou alisantes são considerados mais resistentes do que os fios que já receberam algum tipo de química. O correto é sempre fazer uma análise cuidadosa antes de iniciar o procedimento.

Os chamados testes de mechas são primordiais para garantir o bom resultado final e provar que não haverá qualquer tipo de prejuízo ao cabelo do cliente.

(fonte site imparcial.com.br)

Você esta administrado bem o seu Salão?

No que você esta investido seu Dinheiro?

O que você esta fazendo para atrair mais clientes?

Quer aprender tudo isso e se tornar um empresário bem sucedido?

Leia Também.

Salão de Cabeleireiros porque muitos fecham em menos de 2 anos.

Veja como funciona o formol nos Cabelos.

Curso com administrar meu Salão de Beleza.

Fique Atualizado receba nossas dicas cadastre no site.

18 comentários em “Reações Químicas.

OBRIGADO PELO COMENTÁRIO, VOLTE SEMPRE PARA RECEBER NOSSAS POSTAGENS CLICK EM SEGUIR SITE👋

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Rua Benedetto Marcello 74 Pq Brasil SP Cep 04843-225 5511970948380 escolaunihair@hotmail.com Horário de Funcionamento. Segunda à Sábado das 09:00 as 16:00hs
%d blogueiros gostam disto: